Aguarde estamos carregando o maior site especializado em São Paulo
  1. 1Soberano

VAR polêmico: Presidente do São Paulo critica arbitragem em clássico

Por Redação 1Soberano em 04/03/2024 15:10

Após o clássico contra o Palmeiras, o presidente do São Paulo, Julio Casares, utilizou as redes sociais para demonstrar sua insatisfação com a arbitragem. O mandatário publicou uma foto da perna do volante Pablo Maia, que sofreu uma entrada dura do meio-campista Richard Ríos, suficiente para expulsá-lo. Apesar da gravidade da falta, o árbitro Matheus Candançan optou por apenas cartão amarelo, sem recomendação do VAR para revisão.

Caso Ríos tivesse sido expulso, o São Paulo teria tido uma vantagem significativa no jogo, uma vez que ocorreu no primeiro tempo e o time tricolor estava em vantagem no placar. Além da expulsão, o clube também questionou um pênalti não marcado em Luciano, após entrada de Piquerez por trás. O VAR recomendou revisão, mas Candançan manteve sua decisão inicial.

Por outro lado, o Palmeiras também se beneficiou de um pênalti contestado. Rafael atingiu a cabeça de Murilo ao tentar afastar a bola, e o árbitro marcou a penalidade após revisão no VAR. O Tricolor volta a campo no próximo domingo, contra o Ituano, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista. Para garantir a classificação para as quartas de final, o São Paulo precisa vencer o rival, que luta para evitar o rebaixamento.

AVALIE ESTA NOTÍCIA

Leia também

São Paulo busca confirmar vaga nas oitavas da Copa do Brasil

São Paulo busca confirmar vaga nas oitavas da Copa do Brasil

Técnico argentino Luis Zubeldía: um mês de mudanças e sucesso no São Paulo FC

Técnico argentino Luis Zubeldía: um mês de mudanças e sucesso no São Paulo FC

Corrida Tricolor Run Night 2024: Viva a Paixão pelo São Paulo FC no Estádio do Morumbi!

Corrida Tricolor Run Night 2024: Viva a Paixão pelo São Paulo FC no Estádio do Morumbi!

São Paulo busca liderança do Grupo B na Libertadores contra o Barcelona de Guayaquil

São Paulo busca liderança do Grupo B na Libertadores contra o Barcelona de Guayaquil

Comentários: