Aguarde estamos carregando o maior site especializado em São Paulo
  1. 1Soberano

O Sonho de Rafael: Trabalhar com seu Ídolo Taffarel

Por Redação 1Soberano em 19/03/2024 04:20

Rafael e Taffarel: Uma Conexão Inspiradora

O goleiro Rafael, do São Paulo, está vivendo um sonho ao ser convocado para a Seleção Brasileira pela primeira vez. Mas o sonho vai muito além disso: ele terá a oportunidade de trabalhar com Taffarel, seu ídolo de infância e quem o inspirou na posição.

"Na minha era, ele estimulou todos os goleiros a serem goleiros. Eu tinha 5 anos quando via ele pegando pênalti e sendo campeão do mundo. Aquela coisa de Rafael -Taffarel, estou com uma expectativa muito grande, não só por ser uma referência profissional, mas como quem conquistou tudo que conquistou, vai ter muita coisa para me ensinar e eu estou aberto para tudo que eu puder com ele.", declarou Rafael .

A Camisa da Seleção: Um Sentimento Único

Apesar de ser sua primeira convocação para a Seleção principal, Rafael não é estranho à camisa amarela. Em 2009, ele foi campeão sul-americano sub-20 e vice-campeão mundial na mesma categoria.

"Vou reviver uma coisa que vivi com alegria muito grande, que foi vestir a camisa da seleção. Nada maior do que colocar o escudo do Brasil no peito e representar seu país. Vou voltar a ter essa sensação, que é algo surreal.", disse o goleiro.

O Desejo de Permanência

Rafael não esconde seu desejo de se consolidar na Seleção Brasileira: "Não quero ser convocado só uma vez, quero buscar meu lugar na seleção, como todos que vão estar lá".

"Espero na segunda poder agradecer ao Dorival. Acho que a maior retribuição que posso é fazer meu melhor em campo, nos treinamentos, e em tudo que puder contribuir profissionalmente. Levar um pouco do Rafael e demonstrar coisas boas para também buscar o meu lugar.", afirmou.

O Aprendizado com os Mestres

Além de Taffarel, Rafael também destaca a importância de trabalhar com outros experientes jogadores da Seleção, como Marquinhos: "Todo mundo que está indo para lá tem condições de jogar e desempenhar um grande papel. Eu vou para fazer o meu melhor, deixar uma boa impressão."

"Expectativa é muito grande de trabalhar com grandes profissionais como Taffarel, Marquinhos, que têm experiência muito grande e podem me ensinar muito.", concluiu Rafael .

AVALIE ESTA NOTÍCIA

Leia também

São Paulo busca liderança do Grupo B na Libertadores contra o Barcelona de Guayaquil

São Paulo busca liderança do Grupo B na Libertadores contra o Barcelona de Guayaquil

Virada dramática no Morumbi: São Paulo vence Fluminense e entra no G6 do Brasileirão

Virada dramática no Morumbi: São Paulo vence Fluminense e entra no G6 do Brasileirão

Fim do ciclo: James Rodríguez deixa o São Paulo

Fim do ciclo: James Rodríguez deixa o São Paulo

São Paulo defende título da Copa do Brasil em busca de redenção

São Paulo defende título da Copa do Brasil em busca de redenção

Comentários: